“Minha mãe sempre gostou de flores. Não um buquê, que em questão de dias murcha e seca. Mas uma planta com raízes, que mesmo perdendo as pétalas, no momento oportuno, torna a florescer. Oro para que deus em sua graça nos ensine a ofertar aos outros o perfeito amor, que tem em cristo as suas profundas raízes.”
– Eu Não Perdi a Minha Fé, Cap. 4 – pág 89. Medson Barreto

SOBRE O AUTOR Ver todos os artigos

Medson Barreto

MEDSON BARRETO nasceu em Belo Horizonte, Minas Gerais, em 1993. É um contador de histórias no papel, na tela e no palco. Escreve roteiros para teatro, atua e dirige desde a adolescência. Compõe poesias, letras de músicas e crônicas. Publicou o livro “Eu não perdi a minha fé”, em que narra a impressionante história de sua família. Seu romance de estreia, “O céu de Roma Negra”, o apresenta como um novo nome da literatura policial brasileira.