VOCÊS ENTENDEM O QUE FIZ?

Desde que o pecado entrou no mundo, tudo o que fazemos é pecar uns contra os outros. Você toma o meu lugar na fila. Estava com pressa, seu patrão te ligou e o chamou de “inútil”. Eu não posso aceitar, tenho que defender meus direitos. Te xingo de “babaca”. Em resposta, você me xinga de “inútil”. Nós nos separamos. Você vai para a esquerda. E eu, para a direita. Então ao primeiro que te fecha no...

SOBRE O BRASIL E OS BRASILEIROS

“Gigante pela própria natureza”! Para além do Monte Pascoal, Sequer podia imaginar Cabral Que existiam tantas belezas. De São Miguel das Missões a Fernando de Noronha. Eu vou do Pão de Açúcar ao Rio Amazonas. Pra provar que Minas tem mar, em Capitólio mergulho. E dos Lençóis Maranhenses me descubro. “Nossos bosques têm mais vida”! É só visitar Gramado ou a Chapada Diamantina, Ilhabela, em São...

ALÉM DAS MINHAS PAREDES

Além das minhas paredes… Trapos cambaleantes assumem na rotineira via O infeliz posto de paisagem suja, por mais um dia. Escondem-se nas redomas os seres em si perdidos. Pelo anseio delirante do ter somos nós regidos. Além das minhas paredes… As gotas em pares escorrem da face para a louça Movidas pela letra assassina que da penumbra ecoa. A lâmina reluz e atrai o globo hesitante e...

DIA DOS PAIS

ESSA É UMA DAS POUCAS FOTOS QUE TENHO COM O MEU PAI. Ele faleceu em 23/Jul/95, quando eu tinha menos de 2 anos. Até hoje ao encontrar pessoas que o conheceram, escuto boas histórias e testemunhos. Sou grato a Deus por isso e posso pensar com orgulho no homem que foi Edson Barreto. Desde cedo minha mãe me ensinou que mesmo não tendo um pai humano vivo presente aqui, teria sempre o Deus Pai, que me...

AS FLORES E O AMOR

“Minha mãe sempre gostou de flores. Não um buquê, que em questão de dias murcha e seca. Mas uma planta com raízes, que mesmo perdendo as pétalas, no momento oportuno, torna a florescer. Oro para que deus em sua graça nos ensine a ofertar aos outros o perfeito amor, que tem em cristo as suas profundas raízes.” – Eu Não Perdi a Minha Fé, Cap. 4 – pág 89. Medson Barreto